terça-feira, 30 de abril de 2013

Servidores municipais anunciam greve geral em Florianópolis

Publicado por

Os professores municipais de Florianópolis decidiram fazer greve geral por tempo indeterminado. A decisão foi tomada na tarde desta segunda-feira (29) por volta das 16h30, durante assembleia da categoria. Em seguida, os professores seguiram em passeata para a prefeitura, onde comunicaram a determinação e propuseram negociação.

Segundo a presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal de Florianópolis, o Sintrasem, haverá uma mesa de negociação às 17h desta terça-feira (30). Enquanto isso, servidores do magistério e saúde vão ficar em greve. Segundo a presidente, havia mais de três mil pessoas na assembleia.

“A resposta que a Prefeitura nos deu foi insuficiente. Queremos um plano de carreira dos trabalhadores, a implementação da lei do piso do magistério, a passagem de auxiliares de sala para o quadro do magistério, a reposição salarial. Como temos clareza que greve não é certa, queremos abrir a negociação”, explica Rosângela Soldatelli, presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis.

De acordo com as informações passadas pela Prefeitura de Florianópolis, desde o início do ano pelo menos 20 reuniões entre prefeito, secretários e representantes do Sindicato já foram realizadas, o que demonstra a disposição da atual administração em manter um diálogo permanente, transparente e franco com os trabalhadores.

Sobre as negociações com o sindicato, segundo a Prefeitura, foram aceitas integralmente 17 das 28 cláusulas apresentadas pelo Sindicato, o que, na visão do prefeito, representa um avanço importante nas discussões.

Sobre o plano de cargos e salários, a Prefeitura firma Protocolo de Intenções para elaborar, em conjunto com o Sindicato que representa os servidores, um novo Plano de Cargos e Salários no prazo máximo de 180 dias.

Deixe um Comentário